No ano, o INCC-M acumula alta de 6,68% e 7,70% nos últimos 12 meses. Mão de obra apresentou um aumento ainda mais forte.

A inflação na construção civil medida pelo INCC-M (Índice Nacional de Custo da Construção – Mercado) acelerou em outubro, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, pela FGV. O índice subiu 0,20% este mês, resultado maior que o último mês (0,14%). O índice representa 10% do cálculo do IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado).

Os preços de mão de obra também apresentaram aumento, com alta de 0,16%, depois de quase se manterem estáveis em setembro (naquele mês a alta foi de apenas 0,01%). Porém, os preços de materiais, equipamentos e serviços subiram com menos intensidade, 0,25% neste mês, 0,27% mês passado.

Quatro capitais tiveram aceleração: Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Em sentido oposto, Salvador, Recife e São Paulo, desaceleraram.

Maiores Baixas Maiores Altas
-2,06% Condutores Elétricos 0,24% Ajudante Especializado
-0,07% Aluguel de Máquinas e Equipamentos 0,59% Elevador
-0,12% Ferragens para Esquadrias 1,09% Refeição no Local de Trabalho